Seu intestino interfere diretamente no seu emagrecimento - Entenda como!


O intestino é o segundo cérebro do corpo. Parece loucura, mas se pararmos para analisar a quantidade de sintomas que surgem quando ocorre alguma alteração, a frase inicial passa a fazer muito sentido. De fato, o intestino é muito importante para o funcionamento correto do organismo e a verdade é que nem sempre damos a ele devida atenção.


Existem inúmeros estudos que compravam a influência do desequilíbrio da flora bacteriana intestinal em diversos sistemas do nosso organismo, ocorrendo alterações muitas vezes severas. Por exemplo, alterações no sistema imunológico, o que pode facilitar a passagem de substâncias indesejadas, alterações cerebrais como ansiedade, depressão, estresse e até mesmo Alzheimer.

Isso ocorre pois existem vários tipos de bactérias presentes em nosso intestino que são indispensáveis para seu funcionamento. Atuam na digestão, na absorção, no sistema autoimune, produção de diversas substâncias essenciais e junto com a camada epitelial intestinal formam uma barreira protetora no intestino. Quando acontece dessas bactérias entrarem em desequilíbrio, favorecem as bactérias patogênicas (que causam doenças) - isto é chamado de disbiose.

E o que isso tem a ver com emagrecimento? 

Novas evidências cientificas vêm demonstrando que alterações intestinais podem levar à distúrbios hormonais que atrapalham o emagrecimento (aumento da insulina e grelina, hormônio da fome) e também alterações na forma de armazenar gordura no organismo. 

Além disso, as alterações causadas na camada protetora afetam diretamente a absorção de diversos nutrientes.


Por isso, é preciso prestar muita atenção em nosso hábito intestinal e entender que ele pode variar de pessoa para pessoa, porém não deve haver desconforto ao evacuar e nem alterações na consistência das fezes. Imaginem quantas pessoas estão na luta contra obesidade, fazendo uso de diversos medicamentos e substâncias, sendo que, na verdade, o maior problema pode ser intestinal? 

É preciso ser avaliado com detalhe por um profissional e se necessário fazer um tratamento para disbiose que, muitas vezes, acontece simplesmente com ajuste alimentar e/ou, se necessário, com uso de pré e probióticos.

Um comentário:

  1. Desde que comecei a tomar probióticos aumentei muito minhas evacuadas, ficou mais fácil emagrecer.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.