Eu pratico jejum intermitente há 8 meses, e isto é o que eu como em um dia


Confira o relato de Jenny Sugar, do site Pop Sugar, onde ela conta como é a sua alimentação diária, sendo ela praticante de jejum intermitente há 8 meses!

Eu poderia falar sobre jejum intermitente o dia inteiro. Além de falar sobre os benefícios da prática e de como é a maneira mais fácil e menos trabalhosa de perder peso (eu pareço um comercial haha), eu amo quando as pessoas me perguntam o que eu como diariamente.


Para se completamente honesta, eu cometi um grande erro no início, comendo o que eu tinha vontade. Eu não estava focada em diminuir as calorias de maneira alguma, e eu comia tantas vezes durante o dia quanto eu fazia antes de iniciar o jejum intermitente. Eu acabei ganhando peso, quando era para ter perdido.

Então eu adequei minhas refeições com horários definidos. Eu já tentei me alimentar somente por quatro horas durante o dia, também já tentei pular o jantar ao invés do café da manhã. Depois de quase 9 meses de jejum intermitente, descobri que comer do meio dia até umas 19h é o que funciona melhor para mim.

Normalmente eu almoço, faço um lanche, janto e, às vezes, como uma sobremesa ou outro lanche após o jantar.

Aqui está um exemplo do que eu como em um dia:

9:30 - Chá de menta


Pela manhã, enquanto ainda estou de jejum, bebo muuuita água e uma xícara de chá de menta ou de gengibre. Umas duas vezes por semana bebo uma xícara de chá verde ou café preto com um toque de leite de amêndoas não adoçado.


12:30 - Couve e salada de tofu e uvas


Entre o meio dia e a 1h da tarde eu faço minha primeira refeição. Normalmente é uma gigantesca quantidade de salada de couve com tofu cozido marinado, ervilhas, cenoura, pimentão, pepino, aipo, tomates, abacate e sementes de girassol torradas.

As vezes coloco também algumas frutas como uvas ou morangos na salada, e as vezes eu como a fruta antes ou depois da semana. Demoro bastante para fazer esta refeição, em torno de 45 minutos, para apreciá-la bem.

15:30 - Smoothie proteico no pote com mirtilos e amêndoas


Entre as 15 e as 16 horas eu como algo, pois se eu não o fizer, fico faminta quando chega as 16:30 e acabo comendo demais na janta. Eu gosto de usar esse momento para comer muita proteína. Se eu não comer proteína suficiente, no dia seguinte me sinto com fome antes do meio dia.

Eu como uma pequena porção de smoothie com um punhado de amêndoas, ou se eu tenho mais tempo, um smoothie no pote. Se estou com muita pressa, como uma barra de proteína caseira vegana. É um lanche, não uma refeição, pois se eu como demais, não tenho fome no jantar, e mesmo assim eu como e acabo me sentindo estufada.


17:30 - Lentilha com quinoa e edamame


Entre as 17 e as 18h30 é a hora da janta com a família!  É mais uma oportunidade para comer bastante proteína, carboidratos complexos e vegetais. Lentilhas com quinoa e edamame é uma refeição semanal - eu como muito feijão e grãos integrais. Ervilha com curry e arroz, tofu assado com batata doce e pimentão, bifes veganos caseiros proteicos e lasanha de tofu também são outras refeições que fazem parte do menu da minha janta.

19:00 - Banana e nozes


Se estou com bastante fome em algum dia, devido à uma atividade mais intensa, ou porque eu comi a minha janta muito cedo, eu como uma fruta com 1/4 de xícara de nozes. Ok, as vezes a fruta e as nozes se transformam em um sorvete caseiro de banana congelada, ou um brownie vegano caseiro saudável, ou os dois! Eu procuro sempre me sentir saciada com alimentos saudáveis, mas também também os aprecio pois eles me fazem sentir muito feliz, pois são deliciosos.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.