18 Dicas de alimentação para ter um abdômen sequinho

Quer acabar de vez com a barriguinha e não sabe por onde começar? Esse guia com 18 dicas ótimas e simples de alimentação vai ajudar muito a sua vida e te dar um ponto de partida para uma grande mudança!

O segredo da barriga sequinha está na alimentação, então vamos às dicas e mãos a obra: 


1. FOCO NAS PROTEÍNAS: Procure consumir sempre proteína no café da manhã, almoço, jantar e até nos lanches, combinando sempre alimentos proteicos com carboidratos de qualidade. Unir os dois tipos de nutrientes é indispensável.

2. INCLUA ALIMENTOS DIURÉTICOS NA DIETA: erva doce, salsão, coentro, berinjela, salsa, hortelã, abacaxi, alho, limão, noz-moscada, cebola, melancia e maracujá.


3. VITAMINA D: A absorção de vitamina D possui diversas outras funções no organismo além do fortalecimento dos ossos e dentes. Ela reduz o inchaço e o apetite! Além de garantir pelo menos 15 minutos abaixo do sol por dia, invista em alimentos como peixes e ovos, ricas fontes de vitamina D.

4. CARBOIDRATOS PARA INVESTIR: Invista em alimentos integrais, frutas com casca, legumes crus e verduras; inhame, aipim, batata doce. Sempre ponha uma fibra ou uma boa gordura por cima. É importante fazer combinações inteligentes.

5. CARBOIDRATOS QUE DEVEMOS EVITAR: Quanto mais carboidrato comermos e quanto mais simples ele for, maior será o depósito de gordura na barriga. Pão branco, batata inglesa, macarrão, cereal matinal à base de milho, granola com açúcar, sobremesa e bebida alcoólica devem ser evitados.

6. A TAPIOCA PODE NÃO SER TÃO BOA ASSIM: Será que vale a pena substituir o pão pela tapioca? O problema da tapioca é o elevado índice glicêmico, de 115, maior que o do pão branco (100), e que o da mandioca (57. Por isso, se for optar pela tapioca, sempre use alimentos com proteínas, gorduras e fibras no recheio.


7. NADA DE INDUSTRIALIZADOS: Deixe para lá a bolacha, o refrigerante, o macarrão pronto e os embutidos. Substâncias químicas presentes nestes alimentos sobrecarregam o fígado e a vesícula, e isso aumenta as chances de armazenar gordura no abdômen.

8. CUIDADO COM OS CARBOIDRATOS À NOITE: Pode sim consumir carboidrato à noite, em pequena quantidade e obrigatoriamente rico em fibras. Nada refinado! Se uma pessoa sai do seu trabalho e vai para academia à noite, quando retorna, tem todo direito e dever de consumir carboidratos, e a quantidade de carbo deve ser reduzida após o entardecer se você não praticar atividades físicas no fim do dia.

9. LEITES E DERIVADOS NÃO! Para perder barriga, evite todos os laticínios. São alimentos difíceis para o nosso sistema digestivo e costumam formar muito muco em nosso organismo. Com isto, nos sentimos inchados, formando mais acúmulo de gordura na barriga. Substitua-os por leite de cereais (quinoa, arroz); leite de sementes (gergelim, girassol); leite de oleaginosas (amêndoas, castanha-do-pará); extrato de soja.

10. ÔMEGA 3:  O ômega-3 é um ácido graxo essencial presente nos peixes, na linhaça e na chia que ajudam a desinflamar as células de gordura, atuando no controle do problema.


11. GORDURAS BOAS: Por acelerarem o metabolismo, o óleo de coco e óleo de gergelim são grandes aliados de quem quer secar a barriga, enquanto o azeite evita a formação de gorduras na região da cintura.

12. INCLUA ABACATE NA DIETA: Apesar da alta concentração de calorias, é devido à boa quantidade de gordura monoinsaturada presente no abacate, o que ajuda a reduzir o pico de insulina, hormônio que desencadeia o armazenamento das calorias extras sob a forma de gordura localizada.

13. EVITE ADOÇANTES: Fuja de todos os tipos de açúcar falsos - sacarina, aspartame, ciclamato, acessulfame. O organismo não distingue o açúcar do adoçante e isso pode estimular a produção desnecessária de insulina.

14. ESQUEÇA AS BEBIDAS COM AS REFEIÇÕES: Consuma líquidos apenas 30 minutos antes e após as refeições, tentando consumir de um a três limões todos os dias. Esprema a fruta sobre saladas, na água, etc. Ele ajuda a regenerar e limpar o seu fígado, beneficiando a queima de gordura.

15. CHÁ VERDE, PRETO, MATE E CAFÉ: Essas delícias, além de acelerarem o metabolismo e aumentarem a temperatura corporal, possuem xantinas (cafeína, teofilina e teobromina) que aumentam a mobilização de gorduras estocadas. 

16. FRUTAS VERMELHAS: Framboesa, amora, morango, cereja, jabuticaba, mirtilo, melancia e uva roxa são poderosas aliadas no combate à gordura localizada. 

17. FIBRAS PREBIOTICAS: Aposte nos alimentos que possuem fibras prebioticas, como semente de linhaça, aveia, amaranto e chia. Eles contém bactérias que produzem um tipo de gordura, o CLA (ácido linoleico conjugado), que reduz o percentual de gordura, além de equilibrar a flora intestinal.

18. NADA DE DOCES: É triste, mas é fato – aquele brigadeiro e aquela barra de chocolate afetarão diretamente na gordurinha abdominal. Evite-os SEMPRE que possível.




2 comentários:

  1. Meu abs mudou muito depois que comecei a comer mais proteína. Ótimas dicas. Esse site é sensacional.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.