Musculação e hipertrofia: Entenda porque treinos curtos trazem mais resultados

Um treino mais curto pode produzir mais resultados? É isso mesmo. Existe um movimento muito interessante acontecendo nas salas de musculação.

Hoje se sabe que treinos menores são ideais para ter mais ganhos, principalmente na hipertrofia.

Continue lendo e entenda...


Musculação tradicional possui treinos longos

Nos treinos de musculação tradicionais no Brasil é muito comum ver pessoas treinando horas a fio!

Treinos com séries puxadas e longas, com alta sobrecarga articular, exercitando todos os músculos praticamente todos os dias.

E por que? Justamente porque as pessoas querem um resultado rápido e acham que isso traz bons resultados.


Acreditam que quanto mais pesado e longo for o treinamento funcional ou quanto mais maluca for a dieta, mais rápido estarão magros e com a barriga tanquinho tão desejada pela maioria dos mortais.

É claro que na academia sempre buscamos bons resultados nos mais diferentes objetivos. Mas as pesquisas revelam que esse conceito de treinamento muscular longo e muito pesado pode favorecer a ocorrência de lesões articulares e musculares.

Mais resultados, mais alunos nas academias!

A musculação evoluiu muito e a ciência comprova que, na verdade, treinar um tempo mais curto traz mais resultados.

Essa nova maneira de treinar tem trazido de volta para as academias pessoas que tinham investido nesta metodologia antiga e acabaram ficando frustradas. Muitas não atingiam os resultados esperados e abandonavam os treinos diante das primeiras dificuldades.

A partir desta evolução da musculação, muitas pessoas têm voltado para as salas com uma vontade maior de chegar aos seus resultados. A maioria delas tem atingido seu objetivo.

Treinos atuais de musculação respeitam janela fisiológica

E como isso funciona?

Os novos treinos de musculação têm respeitado a janela fisiológica na qual o corpo humano tem um limite aproximado de 45 minutos a 1 hora para responder bem às atividades propostas e orientadas.


É neste descanso que o organismo recupera a energia, regenera a musculatura, repõe o glicogênio e aumenta a síntese proteica.

Muitos treinadores profissionais chegam a descansar um grupo muscular por até 7 dias. Entretanto, para a maioria das pessoas que não treina profissionalmente, o descanso deve ser de 48 horas.

Musculação moderna possui treinos mais curto

Para os iniciantes, treinar de duas a três vezes por semana musculação em um tempo menor é suficiente. Eles podem realizar atividades complementares que podem trazer melhores resultados para o treino musculação.

Já os alunos intermediários e avançados podem treinar de quatro a seis vezes por semana. Com menor volume de exercícios e maior intensidade, o resultado final virá dentro do tempo esperado. Quando o treino é parcelado, a frequência necessária é maior e a regularidade é indispensável.

É preciso sempre fazer uma avaliação física e montar uma série que respeite o descanso dos grupos musculares.


Por exemplo, ter uma boa noite de sono é o ideal, porque é durante o período em que o corpo está “dormindo” que ocorre a sintetização dos hormônios anabólicos naturalmente.

Além disso, é também durante o sono que o corpo aumenta a síntese proteica, recuperando a musculatura desgastada durante os exercícios musculação.

Procure sempre o instrutor da sua academia para obter as melhores informações sobre seus treinos e tenha muita dedicação, porque bons resultados também exigem paciência, e levam tempo!

Um comentário:

  1. Muito bom o texto. Meus treinos duram 40 minutos e tenho resultados ótimos, acho que nem consigo ficar mais tempo que isso na academia heheh

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.