Suplementos Multivitamínicos - Quando são necessários? Como aproveita-los ao máximo?


Pessoas ativas exigem mais dos seus corpos. A maioria dos nutrientes que precisamos são facilmente conseguidos através de uma alimentação saudável, e para o restante deles, um multivitamínico pode ser muito importante e essencial.

Se você pratica esportes com peso, como musculação, ou possui um emprego que exige muito de você física e mentalmente, há uma grande probabilidade de você precisar mais nutrientes do que a média das outras pessoas. E não estamos falando apenas dos macronutrientes aqui (proteínas, carboidratos e gorduras) - isso você consegue com a sua dieta. O que talvez não esteja sendo suprido adequadamente para o seu corpo são os micronutrientes, que são as vitaminas e minerais. É aí que entra o multivitamínico.


Um bom multivitamínico normalmente traz consigo uma boa quantidade de micronutrientes, incluindo vitaminas do complexo B, vitaminas C, A, D, E, K e minerais como potássio, iodo, cálcio, magnésio e ferro. Mesmo se você é extremamente meticuloso no preparo das refeições, talvez seja necessário complementar a quantidade de micronutrientes ingeridas diariamente.

Entenda como o multivitamínico pode te ajudar, e como aproveitar ao máximo seus efeitos.

Mais atividade exige mais micronutrientes

Exercícios rigorosos são ótimos para a nossa saúde, mas também exigem muito do nosso corpo. Quando estamos ativos, o corpo necessita de micronutrientes para o balanço hídrico, para manter um metabolismo saudável e para construir e reparar a massa muscular. O simples ato de transpirar pode diminuir os estoques do nosso corpo de vários nutrientes essenciais, incluindo o cálcio, potássio, sódio, zinco e magnésio. Níveis baixos desses minerais podem levar à cólicas, fadiga, tontura e pressão arterial baixa. Também pode afetar negativamente a sua performance física muito rapidamente.

Nutrientes como as vitaminas do complexo B, cobre e ferro ajudam o corpo a manter o metabolismo da maneira que o corpo precisa para aguentar o exercício intenso. E quanto se aumenta a frequência ou o volume do exercício, também é exigido mais nutrientes pelo corpo.

Sua alimentação fornece todos os micronutrientes que você precisa?

Se você é uma pessoa ativa, que cuida do corpo, certamente você também presta atenção à sua dieta e aos nutrientes que você ingere, comendo uma boa variedade e quantidade de vegetais e muitas frutas. Também procura consumir quantidades suficientes de proteína, carboidratos e gorduras. Mas se você não está atento à todas essas coisas, ou não tem certeza se está fazendo certo, há uma boa chance de estar faltando alguma vitamina ou mineral na sua alimentação.

Se você não varia muito na sua alimentação, e está sempre ingerindo os mesmos tipos de nutrientes, possivelmente está deixando outros nutrientes de fora da dieta. Um multivitamínico é extremamente útil nestes casos, para manter o corpo equilibrado.

Não quer dizer que você pode compensar uma dieta limitada apenas com um multivitamínico. Vitamina não é alimento! A base da saúde de qualquer pessoa deve ser um programa de alimentação bem balanceado. Mas o multivitamínico certamente é um excelente complemento.


Fazer dieta e emagrecer pode reduzir a ingestão de micronutrientes

E então tem a dieta, com restrição calórica e várias restrições alimentares. Se, como parte da sua perda de peso, estás reduzindo a quantidade e variedade de alimentos ingeridos, o consumo de nutrientes também se reduz. Falta de zinco, ferro e certas vitaminas podem levar à fadiga, dificuldade de concentração e debilidade do sistema imunológico.


Não importa qual é o motivo de você estar limitando calorias, você deve manter o seu corpo bem nutrido, e um multivitamínico pode ajudar a suprir as carências nessa fase.

Escolha o multivitamínico adequado para você

Atualmente há os mais diversos tipos de multivitamínicos no mercado, inclusive alguns que são feitos especificamente para mulheres grávidas, por exemplo. Converse com um profissional da área de nutrição para escolher o melhor para você.

Na maioria dos casos, devemos toma-lo uma vez ao dia apenas, em uma dose. Ingerir juntamente com alimentos que são fontes de gorduras boas melhora a absorção dos nutrientes.


Referências
Sawka, M. N., Burke, L. M., Eichner, E. R., Maughan, R. J., Montain, S. J., & Stachenfeld, N. S. (2007). American College of Sports Medicine position stand. Exercise and fluid replacement. Medicine and Science in Sports and Exercise, 39(2), 377-390.
Van der Beek, E. J. (1985). Vitamins and endurance training food for running or faddish claims? Sports Medicine, 2(3), 175-197.
Hunt, J. R. (2003). Bioavailability of iron, zinc, and other trace minerals from vegetarian diets. The American Journal of Clinical Nutrition, 78(3), 633S-639S.
Adaptado de Bodybuilding.com

2 comentários:

  1. Cassiana Marafigo8 de maio de 2017 14:21

    Acho que já tem uns 2 anos que eu tomo multivitamínico todo o santo dia. Desde que comecei a tomar, minha disposição melhorou muito, logo no começo. Já usei várias marcas diferentes e todas trouxeram excelente resultado.

    ResponderExcluir
  2. Importantíssimo! Nem todos devem tomar, como diz ali, mas é um excelente complemento na maioria dos casos.

    AH, e NUNCA exceda uma dose diária! Não há necessidade alguma! ;)

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.