O que acontece com nosso corpo quando paramos de nos exercitar por 2 semanas?

Não importa se você estava viajando, focando na família, ou passando por um período difícil no trabalho, 14 dias sem ir à academia tem impactos significativos no corpo - não apenas nos músculos, mas também na performance, cérebro e sono. 

Continue lendo e entenda...


Se o instrutor da sua academia já te falou para não ficar muitos dias sem aparecer na academia, ele tem razão! Pode perguntar para qualquer profissional da área, 2 semanas são muito tempo para ficar longe das atividades físicas.

Depois de duas semanas sem se exercitar, há uma variedade de marcadores fisiológicos que revelam naturalmente uma redução dos níveis atléticos atingido pelo corpo até então.

O corpo humano, apesar de todas as suas incríveis habilidades (mesmo aquele corpo mais em forma) agrupa um sistema muito sensível, e mudanças fisiológicas que ocorrem no corpo devido ao treinamento com pesos e aos treinos aeróbicos vão simplesmente desaparecer lentamente se a sua carga de treino diminuir, e vão desaparecer rapidamente se você simplesmente parar de se exercitar.



Quando não há uma demanda para o corpo estar sempre preparado para a atividade física, não há nada com que se adaptar, e há uma "regressão" do corpo ao estado em que ele não estava adaptado para atividades físicas intensas e frequentes.

Claro que a velocidade dessas mudanças no corpo vão depender de vários fatores, como o seu nível de atividade física, sua idade, e há quanto tempo você mantém o hábito de se exercitar. Dependendo do seu nível, demora de dois até oito meses sem se exercitar para reduzirá seus níveis para aqueles de alguém que nunca se exercitou antes.

Nunca deixe chegar neste ponto! Entender o que acontece com o nosso corpo sob a nossa pele depois de 14 dias sem se exercitar deve servir de motivação para você nunca largar esse hábito maravilhoso que é a atividade física.

Os sinais visíveis depois de 2 semanas

Muitos sinais da perda de condicionamento físico não são visíveis por fora - mas sim, há muita perda de massa e volume muscular e ocorre também o acúmulo de gordura. Se você não alterar a sua dieta, pode ganhar um pouco de peso nesse curto período de tempo.


Talvez você note mudanças na sua performance também. Velocidade, resistência e força podem diminuir de 25 a 30% em duas a três semanas.

Seus músculos...

Uma diminuição da massa, densidade e volume muscular, densidade óssea, flexibilidade, da boa circulação sanguínea e da produção de energia são todos efeitos do sedentarismo desde o início.

Além da perda de tamanho e de força, há também a perda dos ganhos provenientes dos exercícios aeróbicos. Os músculos não vão ter a "explosão" que tinham antes.



Mas o que está acontecendo? Quando as fibras musculares se dão conta que não precisam armazenar toda aquela energia, vão começar a armazenar menos glicogênio - o que leva a algo chamado atrofia (ou a diminuição da fibra muscular). Quando isso ocorre, é necessário mais estímulo do que antes para contrair a musculatura, então você terá que dar mais duro para ver resultados.

Resistência e aeróbico...

A resistência e nossa capacidade aeróbica se reduzem muito mais rapidamente do que a massa muscular. Fisiologicamente, as mudanças são intensas também. A circulação sanguínea sofre algumas perdas também, o tamanho das mitocôndrias se reduzem em até 50%, os batimentos cardíacos aceleram ligeiramente, e o volume máximo de oxigênio utilizado pelo seu corpo se reduz cerca de 1% ao dia.


Outro aspecto é o seu limiar de lactato - com quanta intensidade e por quanto tempo você consegue se exercitar até os seus músculos te mandarem o sinal para parar - começa a baixar. Isso é ruim porque se exercitar até chegar perto deste limiar é ótimo para a saúde, resistência e boa forma. Depois de 2 semanas, você começa a perder a capacidade de resistência física, assim como a habilidade de chegar em alta intensidade nos exercícios.

O seu cérebro...

O exercício faz com que o oxigênio seja enviado ao cérebro de forma mais eficaz - uma das razões porque nos sentimos mais alertas depois de uma sessão na academia. Talvez você se sinta meio "aéreo" ou não tão alerta depois de duas semanas sem se exercitar.



Os níveis de dopamina também diminuem quando os seus dias de academia ficam para trás, o que pode te fazer ficar mais ansioso e fadigado. Isso reflete diretamente na sua motivação - se você está cansado e estressado e evita a academia, se torna um ciclo vicioso. Quanto mais tempo longe dos exercícios, mais difícil é para voltar.

Adaptado de Mens Fitness

3 comentários:

  1. Realmente, não dá para parar...

    ResponderExcluir
  2. estou fazendo um trabalho da escola de educaçao fisica e esse site me ajudou muito mesmo a fazer estou pegando ideias maravilhosas com esse site maravilhoso, parabens .

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.