Super Séries (Supersets) - Entenda como funciona esta técnica de treino de musculação


Muitas vezes ouvimos falar de certas técnicas de treino, entre as quais os Supersets (super séries, em português) são uma das técnicas mais faladas. 

Mas afinal, o que são Supersets?

Esta técnica diz respeito à execução de dois exercícios sem o momento de pausa entre os mesmos. 

Para entender melhor, digamos que você está fazendo a cadeira extensora e trabalhando quadríceps e o exercício seguinte do seu treino é o stiff. Você irá executar uma série de cadeira extensora seguida por uma série de stiff, sem descanso nenhum.

Princípios gerais das super séries

As super séries não são exclusivamente utilizadas para trabalhar o mesmo grupo muscular (série agonista), podendo, também, ser usados para grupos musculares diferentes (série antagonista), como por exemplo, pode executar uma super série com cadeira extensora e agachamento ou até uma super série com cadeira extensora e um exercício para panturrilha.

As super séries são a escolha de muitos atletas pois aumenta muito a intensidade do treino, além de reduzir o tempo de treino.

Treinar utilizando a técnica de super séries é uma alternativa melhor ao treino tradicional com intervalos regulares, se o seu objetivo é o aumento da massa muscular [1].

Devido à sua intensidade, as super séries são um método mais eficaz para consumo de energia, ajudando mais na queima de calorias até 24 horas pós-treino do que o método tradicional de treino [2].

Se quiser incluir super séries no seu treino de musculação, converse com o instrutor da sua academia!


Fonte: Sabino, Marcos. Técnica de treino de musculação: Supersets. Disponível em http://tafitness.net/tecnica-musculacao-supersets-super-series/. Visto em 04 de abril de 2017.
Referências:
[1] Kelleher, A. et. al., The Metabolic Costs of Reciprocal Supersets vs. Traditional Resistance Exercise in Young Recreationally Active Adults/, The Journal of Strength & Conditioning Research – Vol. 24(4), págs. 1043-1051, Abril 201
[2] Robbins, D. & Young, W. & Behm, D. et. al., The Effect of an Upper-Body Agonist-Antagonist Resistance Training Protocol on Volume Load and Efficiency, The Journal of Strength & Conditioning Research Vol. 24(10), págs. 2632-2640, Outubro 2010


2 comentários:

  1. Gosto bastante deste tipo de treinaemnto, mas gosto de usar para o mesmo grupo muscular, sinto bons resultados

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.