Pitaya - uma fruta exótica que ajuda a emagrecer, previne diabetes e doenças cardiovasculares

Também conhecida como fruta do dragão, devido à sua casca irregular e dos gomos escamosos, a pitaya possui um leve sabor adocicado, que lembra um pouco o do kiwi. Ainda não muito popular no Brasil, a pitaya agora começa a conquistar o seu espaço nas prateleiras dos supermercados e no prato dos brasileiros.



Ajuda a emagrecer - ação termogênica

A pitaya possui apenas 50 calorias em cada 100 gramas e possui efeito termogênico, ajudando o corpo a acelerar o metabolismo e queimar mais calorias. Isso ocorre pois ela é fonte de tiramina, um aminoácido que ativa o hormônio glucagon, capaz de estimular o organismo a usar estoques de glicose e gordura e transforma-los em energia para o corpo.

De acordo com pesquisadores da Universidade de Chubu, no Japão, a pitaya ajuda a inibir a obesidade graças também à presença da antocianina.




Sacia por mais tempo

Além das poucas calorias, a pitaya ainda faz com que nos sintamos saciados por mais tempo, culpa novamente do glucagon. 

A substância absorve o açúcar do organismo e o transforma em energia, o cérebro entende que o corpo está alimentado, atrasando o alerta da fome. A tiramina também inibe o apetite e aquela vontade súbita por doces. 


Combate diabetes tipo 2

Por ser fonte de oligossacarídeos, uma fibra alimentar não digestível, os benefícios da pitaya incluem o combate à diabetes tipo 2, devido a redução da glicose no sangue, a prevenção do câncer de cólon e de infecções bacterianas. 




Previne doenças cardíacas

As sementes da pitaya contêm 50% de ácidos graxos essenciais (ômegas 3 e 6), um tipo de gordura boa capaz de evitar doenças cardiovasculares.

A antocianina, substância presente na pitaya que ajuda a emagrecer, também afasta problemas cardíacos.

Ótima fonte de Vitaminas

A pitaya é uma excelente fonte de diversos nutrientes, tais como: fósforo, vitamina C, cálcio, ferro, e potássio.

Fonte: M de Mulher. Pitaya. Disponível em http://mdemulher.abril.com.br/dieta/pitaya-uma-fruta-exotica-e-saudavel/. Visto em 10 março 2017.

2 comentários:

  1. Cecília Burigotto10 de março de 2017 13:42

    Eu sempre quis provar, mas nunca achei para vender na minha cidade, uma pena :/

    ResponderExcluir
  2. Eu amo Pitaya! Essa época sempre encontro para vender no mercado e adoro

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.