4 Alimentos de origem vegetal que são excelentes fontes de ômega 3


Não é só de peixes e frutos do mar que vem o ômega 3. Aqui estão alguns alimentos de origem vegetal que também são fonte desse ácido graxo!

1. Nozes

Nozes tem mais ômega 3 do que todas as outras nozes, provendo incríveis 2,5g a cada 30g do alimento.

Você pode comer um punhado de nozes ou adiciona-la a uma variada gama de alimentos, como saladas, massas, arroz, risotos, e o que sua imaginação permitir! 



2. Linhaça

Cada colher de linhaça tem aproximadamente 1,5g de ômega 3. Além disso, essa sementinha contém magnésio, Vitamina B1, manganês e muita fibra. E pode ingerir de 1 à 3 colheres do alimento por dia para sentir os seus benefícios. É super fácil de incorpora-la a qualquer alimento.

3. Edamame

Edamame são grãos verdes de soja. Cada copo tem 1/2g de ômega 3. Esse alimento contém também muita proteína (22g nesta mesma porção cozida), muita fibra e um grande espectro de vitaminas e minerais.

4. Chia 

Contendo aproximadamente 5g de ômega 3 em 30g de chia, não há dúvida do porque essa sementinha se tornou um alimento muito popular entre aqueles que buscam uma alimentação super saudável! 

Benefícios do ômega 3

O ômega 3 é importante para o coração, diminuindo as atividades das plaquetas sanguíneas, evitando os coágulos de sangue que podem levar a um derrame ou infarto. Eles também reduzem os níveis dos triglicerídeos e o segundo ajuda a evitar arritmias cardíacas, estabilizando a atividade elétrica no coração. Por ter uma ação anti-inflamatória, o ômega 3 pode ajudar a aliviar os sintomas da artrite reumatoide. 

Um dos principais benefícios do ômega 3 é o controle do colesterol, pois ele diminui os níveis do LDL, colesterol ruim que em excesso pode causar problemas para a saúde. Outro dos benefícios deste ácido graxo está no fato de ele prevenir a degeneração da mácula, parte da retina responsável pela percepção dos detalhes, que é a principal causa de cegueira em idosos. 

Além disso, o ômega 3 é benéfico para o cérebro. Isto porque uma das funções desta gordura poli-insaturada é contribuir para a formação da bainha de mielina, um componente dos neurônios. O cérebro é feito de cerca de 65% de gordura, sendo a maior parte composta por DHA, um tipo de ômega 3, substância fundamental para a formação do córtex cerebral, por isso devemos selecionar o tipo de gordura que ingerimos. O ômega 3 ainda tem um efeito vasodilatador aumentando o aporte de oxigênio e nutrientes no cérebro, o que pode melhorar a cognição.








Source
Kadey, Matthew. The 5 Best Non-Seafood Sources Of Omega-3 Fats!. Available on http://www.bodybuilding.com/content/the-5-best-non-seafood-sources-of-omega-3-fats.html.

References
del Gobbo, L. C. (2016). Omega-3 polyunsaturated fatty acid biomarkers and coronary heart disease: pooling project of 19 cohort studies. JAMA Internal Medicine, 176(8), 1155-1166.
Lanzmann-Petithory, D. (2000). Alpha-linolenic acid and cardiovascular diseases. The Journal of Nutrition, Health and Aging, 5(3), 179-183.
Le, T., Flatt, S. W., Natarajan, L., Pakiz, B., Quintana, E. L., Heath, D. D., ... & Rock, C. L. (2016). Effects of Diet Composition and Insulin Resistance Status on Plasma Lipid Levels in a Weight Loss Intervention in Women. Journal of the American Heart Association, 5(1), e002771.

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.