Erva Doce: Corpo, cabelo e digestão se beneficiam dessa erva


A erva doce é uma espécie de herbácea aromática comestível utilizada na culinária, em perfumaria e como aromatizante de bebidas. A erva doce ajuda a reduzir os gases, o inchaço e melhora a digestão. 

Esta popular planta medicinal tem suas origens no Mediterrâneo, mas pode ser cultivada em variadas regiões com clima temperado ou subtropical. É extremamente comum vários produtos de higiene  terem o cheiro desta erva, que é um dos favoritos aqui no Brasil. E a variedade é grande: são cremes para o corpo, para as mãos, para o rosto, xampus, condicionadores, perfumes, etc. É comprovada a eficácia da erva doce na melhora da pele e dos cabelos.

Saiba mais sobre essa erva cheia de benefícios:

Vitaminas e Minerais


A erva doce é muito nutritiva. Ela conta com  quantidades significativas de potássio, que ajuda a reduzir a pressão arterial e o ritmo de batimentos cardíacos. Além disso, é fonte de vitamina C, que ajuda o organismo a desenvolver resistência contra agentes infecciosos e prejudiciais e a combater os radicais livres pró-inflamatórios.

A erva doce também apresenta certa quantidade de vitamina A, vitamina B6, ácido fólico, niacina, riboflavina, tiamina, cobre, ferro, cálcio, magnésio, manganês, zinco e selênio, além de ácido málico, que pode ser usado para melhorar as funções digestivas do estômago através do fornecimento de hidrogênio suficiente para a acidificação do estômago.


Uma baixa produção de ácido clorídrico (ácido gástrico) é uma condição muito comum e potencialmente grave, chamada hipocloridria, que pode resultar em inúmeras condições de saúde e deficiências de nutrientes. Vários nutrientes minerais são dependentes de quantidades adequadas de ácido do estômago, incluindo o cálcio, magnésio, zinco, sódio, cromo, cobre, manganês e selênio.

O ácido cafeico, substância antioxidante, está presente na erva doce.

A erva doce ainda é fonte de flavonoides, que são importantes porque aumentam o nível de glutationa, nossa principal defesa antioxidante, sendo também um supressor eficaz da inflamação crônica. A erva doce ainda conta também com fibras que retardam o esvaziamento gástrico, evitando picos glicêmicos e contribuindo para o melhor funcionamento do intestino.

Aerva doce ainda possui também certa quantidade de anetol, que estimula as glândulas e a musculatura do tubo digestivo, aumentando a salivação, secreções pancreáticas e biliares e aumentando a competência digestória, diminuindo gases e cólicas.

Benefícios da Erva Doce


Reduz os gases: A infusão da folha ou semente é usada para indigestão e flatulência.

Diminui problemas estomacais: O ácido málico presente na erva doce melhora as funções digestivas do estômago através do fornecimento de hidrogênio suficiente para a acidificação do estômago.

Ajuda na prisão de ventre: Por ser fonte de fibras.

Ajuda a combater as dores das cólicas: Por apresentar um efeito calmante, a erva doce ajuda a reduzir as cólicas intestinais.

Para mães que amamentam, o chá de erva doce aumenta a produção de leite e passam para o bebê, através do leite materno, a prevenção de cólicas que costumam afetar os pequenos durante os primeiros meses de vida.
Combate a tosse.

Reduz o inchaço corporal: A erva doce possui efeito diurético, o que ajuda a acabar com o inchaço.




 

Fontes:
Minha Vida. http://www.minhavida.com.br/alimentacao/galerias/13729-compare-os-nutrientes-e-os-beneficios-de-14-chas
Cha Benefícios. http://chabeneficios.com.br/cha-de-erva-doce-beneficios-para-saude/

Um comentário:

  1. Eu adoro chás, e o de erva-doce nunca sai da minha lista de preferidos! Gosto também de camomila, chá mate (delicioso, meu preferido) e chá branco.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.