Entenda a diferença entre 9 tipos de pães

O pão é um dos alimentos mais tradicionais da mesa dos brasileiros, podendo estar presente em qualquer uma das refeições do dia. Vai bem no café da manhã, como acompanhamento no almoço e na janta e claro, no lanches ele também é ótimo!

Fonte de carboidratos e de muita controversa, o pão está disponível em muitos tipos diferentes no mercado brasileiro. Você conhece cada um deles? Sabe a diferença entre eles?

Sempre que ingerimos carboidratos - presentes em grande quantidade em qualquer tipo de pão - eles entram na corrente sanguínea e são absorvidos em diferentes velocidades, dando energia para o organismo funcionar. Quanto maior a velocidade de absorção de seus carboidratos, maior será o índice glicêmico do alimento.

O carboidrato dá energia ao corpo, mas, como o índice glicêmico de cada tipo pode variar, é importante saber qual é a melhor hora para comer cada tipo. Cada pão também possui uma quantidade de nutrientes específica. Conheça mais essas variações. 


Pão Branco 


Também conhecido como pão francês, o pão branco é o mais consumido pelos brasileiros. Ele é feito com farinha refinada de trigo e é rico em carboidratos e proteínas. Como o índice glicêmico é elevado, o pão branco é usado como padrão para medir a glicose nos alimentos. Ele é o pão que apresenta o maior índice glicêmico e, por isso, não deve ser consumido antes dos exercícios ou de dormir.

Valor nutricional para 50g
Calorias: 140
Proteínas: 4,73
Carboidratos 25
Gorduras 1,98
Fibras 1,15


Pão integral


O pão integral não é preparado com farinha refinada, o que mantém grandes quantidades de vitaminas, minerais e fibras dos cereais no pão, tornando-o bastante nutritivo e saudável. Mesmo que também tenha carboidratos, as fibras contidas no pão integral desaceleram a absorção de glicemia pelo organismo, o que diminui o índice glicêmico. 

Esse tipo de pão é indicado para ser consumido antes do treino. Como ele tem grande quantidade de fibras, que fazem o corpo absorver insulina de maneira mais lenta e gradual, garante energia durante todo o treino. Também ajuda no funcionamento do intestino.

Valor nutricional para 50g
Calorias: 128
Proteínas: 5
Carboidratos 23,20
Gorduras 1
Fibras 3,45


Pão de linhaça


A linhaça é ótima fonte de ômegas 3 e 6, por isso, ela só traz vantagens à sua dieta, além de ser um importante agente antioxidante e renovador celular. Um pão feito dessa sementinha também possui essas caraterísticas. Ele é rico em fibras e gorduras boas, as insaturadas. Assim, o consumo desse alimento ajuda a melhorar o índice nutricional de nossa alimentação.

O pão de linhaça garante ao corpo um aumento de energia e de vitalidade. A linhaça acelera o metabolismo, o que garante eficácia na produção de energia celular e ajuda a recuperar a fadiga muscular. Por isso ele é uma ótima opção para um lanchinho antes e depois do treino. 

Valor nutricional para 50g
Calorias: 111
Proteínas: 9
Carboidratos 15
Gorduras 1,6
Fibras 4,9


Pão de centeio


Esse pão é o campeão no que diz respeito à quantidade baixa de gordura. O pão de centeio é o que contém menos gorduras e proteínas, sendo uma boa opção para quem não quer mais consumir pão branco ou quer ingerir menos gorduras. Além disso, ele tem praticamente as mesmas fibras que o pão integral, ajudando no processo digestivo. No entanto, esse pão contém mais carboidratos do que os outros tipos. 

Valor nutricional para 50g
Calorias: 130
Proteínas: 4
Carboidratos 24
Gorduras 1
Fibras 3


Pão de Aveia

Rico em ferro, magnésio, zinco, cobre e proteínas, o pão de aveia é bastante indicado para quem tem problemas em controlar a glicemia, já que a aveia é rica em fibras solúveis, principalmente a beta-glucana, que retarda a absorção de glicose e do colesterol, sendo uma sugestão de pão para hipercolesterolêmicos. 

Além disso, assim como o pão integral, a grande quantidade de fibras ajuda a abaixar o índice glicêmico, ideal para quem quer fazer um lanchinho antes de alguma atividade física mais demorada. 

Valor nutricional para 50g
Calorias: 130
Proteínas: 4
Carboidratos 24
Gorduras 2
Fibras 3


Pão de milho


O pão de milho, diferente do que é feito de trigo, não perde a casca durante o processo de preparação. Por isso, ele é rico em fibras e minerais, como fósforo, ferro, potássio e zinco. Além desses nutrientes, o pão de milho também é rico em proteínas e vitaminas do complexo B. Ele é uma importante opção para quem tem doença celíaca, já que o milho não contém glúten.

Valor nutricional para 50g
Calorias: 146
Proteínas: 4,15
Carboidratos 26,20
Gorduras 1,5
Fibras 2,15


Pão australiano

Esse pão, feito de farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico, tem uma cor escura, que vem da farinha integral, e um sabor adocicado causado pelo estrato de mel usado durante o preparo. É rico em vitaminas, minerais e fibras provenientes da casca dos grãos de trigo. 

Valor nutricional para 50g
Calorias: 150
Proteínas: 4,5
Carboidratos 27
Gorduras 2,09
Fibras 3,45


Pão Sírio

Também conhecido como pão pita, ele é feito de trigo assim como o pão branco, só que contém menor quantidade de gorduras e de carboidratos. Ele é uma boa opção para quem quer variar a dieta sem aumentar a quantidade de calorias e gorduras ingeridas. 

Valor nutricional para 50g
Calorias: 139
Proteínas: 6
Carboidratos 33
Gorduras 1
Fibras 1,7


Croissant


Croissant - que quer dizer crescente em francês - é aquele pãozinho em forma de meia-lua, feito com massa folhada e grande estrela do café da manhã dos franceses. Essa opção tem mais gorduras e calorias do que os outros tipos e deve ser consumida com moderação, principalmente as versões recheadas. 

Valor nutricional para 50g
Calorias: 235
Proteínas: 5
Carboidratos 27
Gorduras 12
Fibras 0,6


Um comentário:

  1. Muito bacana saber isso aí, tem pão que é mais saudável do que eu pensava

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.