"Sem dor, sem resultados" - Mito ou verdade?


O ato de se fazer exercícios musculares tem como objetivo gerar uma inflamação muscular e, para sofrer menos, o músculo tenta se readaptar, e é nesse processo que acontece o aumento de força e hipertrofia muscular. A dor é o principal indicador do nível de inflamação que foi causado nesse músculo, mas não é uma regra que o fato de não sentir dor também tem relação com alguém que não treinou o suficiente, pois tudo vai depender dos objetivos, realidade e biotipo de cada um. 

Para uma pessoa sedentária, existe o risco de haver muita dor muscular no dia seguinte, mesmo com um treino leve, mas isso pode ser minimizado com um planejamento mais coerente com a realidade de cada um, com o tempo de treino a dor tende a diminuir.

Quem treina há mais tempo tem que se esforçar muito mais para sentir dor muscular, isso porque o corpo já está muito adaptado aos treinos, mas o que tem que ficar claro é que essa ausência de dor não quer dizer que o treino não está tendo progresso.

Então, a dor muscular quer dizer SIM que você está fazendo progresso (NÃO confunda com dor de lesão, é diferente!). Mas é importante saber também que a ausência de dor não quer dizer que não há progresso, tudo depende da intensidade do seu treino, do tipo de treino e dos seus objetivos. Quem busca hipertrofia tende a ter mais dor após a atividade física.


Um comentário:

Tecnologia do Blogger.