Entenda porque você não deve aderir às dietas da moda

Um dos riscos de aderir às “dietas da moda” – que prometem, geralmente, um emagrecimento mais rápido – é o fato de elas não serem nada individualizadas. Desrespeitam completamente toda a bioquímica e fisiologia do indivíduo, desconsiderando exames de sangue, doenças, históricos familiares.

Essas dietas propõem um emagrecimento através da desnutrição do corpo, ou seja, carência de algum nutriente, sem equilíbrio nenhum, podendo ser muito prejudiciais à saúde. O grande problema é que a pessoa, quando chega ao final, não sabe como continuar e acaba, na grande maioria das vezes, voltando ao peso inicial ou até maior que o inicial, devido ao desequilíbrio nutricional e possível consumo de massa muscular ocorrido no período da dieta radical.

Há também riscos menores como queda da imunidade, queda de cabelo, falta de disposição, fraqueza, má saúde da pele e unhas, bem como riscos mais importantes como deficiências enzimáticas, hormonais, alteração no sistema nervoso central, tudo isso associado ao desequilíbrio nutricional.
 
Os riscos são diversos, porém, os mais sérios são os transtornos alimentares que vem crescendo de forma assustadora entre adolescentes e adultos. Doenças como anorexia, bulimia, compulsão, ortorexia, pregorexia são alguns exemplos comuns hoje em dia.

O “efeito sanfona” também afeta o emocional, devido à sensação de impotência, desânimo, depressão e baixa autoestima que essas pessoas desenvolvem e/ou acaba se acentuando.

Um plano alimentar adequado associado à prática regular de atividade física constitui a principal ferramenta para a prevenção da obesidade.
 
 

2 comentários:

  1. Acredito que todas que já aderiram à AF e RA já largaram de mão as dietas da moda, e espero que um dia todaas consigam isso

    ResponderExcluir
  2. Mario Personal - AGT Fitness23 de julho de 2015 15:07

    TOP, perfeito

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.