12 Alimentos para combater doenças

Muitas das doenças mais dolorosas e mortais que assolam o mundo são causadas pela má alimentação, incluindo alimentos processados cheios de açúcar, gorduras, sal, pesticidas e ingredientes geneticamente modificados. Contudo, quando consumimos alimentos integrais, nutritivos e orgânicos, ganhamos um kit de ferramentas terapêuticas que não só afastam o câncer e doenças cardíacas, como também constipações, gripes, alergias e uma série de outras doenças que nos atacam diariamente.

1. Feijão 


O feijão é um dos alimentos saudáveis mais baratos que podemos comprar. Rico em isoflavona, evita doenças cardíacas, melhora a saúde da próstata, dos ossos e alivia alguns sintomas da menopausa. Sendo rico em proteínas e pobre em gordura, os feijões são uma boa opção para substituir as carnes vermelhas. Pode usá-lo em sopas, guisados e até mesmo em molhos para massas (purê de feijão branco pode ser usado como um substituto para molhos com alto teor de gordura). Também tonifica os rins e reduz a toxicidade do sangue.

2. Alho e Cebola 


Pertencendo à mesma família de plantas o alho e a cebola ajudam a fortalecer o coração e o sistema imunológico. É difícil enumerar todos os seus benefícios. Os alhos contêm 70 fitoquímicos ativos que ajudam a reduzir a pressão arterial elevada e o câncer de ovário, colo-retal, entre outros. As cebolas são a melhor fonte de quercetina, um flavonoide que ajuda a manter o sangue saudável e a prevenir coágulos. Ambos são muito bons para a prevenção de alergias.

3. Cafeína


Gosta de tomar 1 a 2 cafés por dia? Adora chocolate? Alimentos com cafeína, como café, chocolate e chá, têm altos níveis de polifenóis, que são um super antioxidante pela sua capacidade de luta contra o câncer e contra a depressão. Um estudo da Universidade de Harvard defende que beber cinco xícaras de café diariamente reduz em 50% o risco de desenvolver diabetes.

Contudo, muito café pode causar nervosismo, pelo que a maioria dos especialistas recomenda limitar a ingestão a 2 xícaras por dia, ou mudar para o descafeinado. Quer seja chá ou café, estudos comprovam que o descafeinado contém tantos antioxidantes como o normal. E, claro, chocolate escuro é melhor do que o chocolate branco ou de leite.

4. Aipo


Experimente o aipo. Rico em minerais, vitamina C e ácidos fenólicos, previne o câncer, constipações, gripe e alergias. Os componentes phthalides tornam o aipo muito eficiente para reduzir os níveis de colesterol. Quanto mais melhor, investigadores sugerem comer pelo menos quatro talos de aipo por dia. Com um sabor relativamente suave, pode comer com manteiga de amendoim ou utilizá-lo em vez de batatas fritas ou bolachas com seus molhos preferidos.

5. Canela


O benefício mais notável da canela no sistema imunológico é a sua capacidade em reduzir o açúcar no sangue. Estudos demonstram que esta especiaria pode baixar o açúcar no sangue de 13 a 23%. Pensa-se que a razão para isto acontecer deve-se ao fato da canela conter antioxidantes que ativam os receptores de insulina nas células. Sabe-se também que a canela ajuda a suprimir as bactérias de Escherichia coli, a causa da maioria das infecções do trato urinário e as Candida albicans, o fungo responsável por infecções vaginais. Algumas pessoas tiveram êxito em deixar de fumar por chupar paus de canela sempre que sentiam desejo.

6. Alimentos cítricos


Consideradas as estrelas do outono e inverno, os alimentos cítricos, contêm perto de 200 componentes anticancerígenos, fibra para baixar o colesterol e flavonoides para reduzir as inflamações. Um resumo de 48 estudos na Austrália relacionados com dieta e câncer, revela que consumir uma porção de cítricos diariamente reduz em metade o risco de câncer do estômago, boca e garganta. As toranjas são também ricas em licopeno, um lutador contra o câncer geralmente encontrado no tomate, o qual está fora de época quando a toranja está no seu pico.

7. Gengibre


Apesar de muito utilizado como um antídoto para enjoos e mal estar, o gengibre ajuda também a manter os níveis de colesterol sob controle, baixar a pressão arterial e aliviar inflamações associadas à artrite. Pesquisadores descobriram que o gengibre contribui para a eliminação do vírus da gripe ao ajudar o sistema imunológico a combater a infecção. Segundo a Medicina Chinesa, o gengibre tonifica o Yang, ativa a circulação do sangue, favorece a transpiração, dissipa o frio, favorece a digestão, aquece os brônquios e elimina os germes. O suco de gengibre neutraliza as toxinas do peixe, marisco e medicamentos. É útil em constipações, gripe, obstrução nasal, reumatismo, náuseas, vômitos e intoxicações alimentares.

Utilize o gengibre em pratos salteados ou carnes marinadas, o que dará ao seu organismo o suficiente para o ajudar. Poderá também ralar gengibre ou ferver em água quente para fazer um chá.

8. Hortelã-pimenta / Menta


Esqueça a menta associada às balas. Existem de fato centenas de plantas da família da menta, que você pode nem ter se dado conta que são mentas, incluindo manjericão, alecrim, tomilho, orégano, lavanda, sálvia e erva-cidreira. Quando utilizadas em chás, estas ervas podem aliviar a dor de estômago, mas uma pesquisa recente diz que os seus componentes podem impedir a degradação da acetilcolina, um neurotransmissor que ajuda a manter a memória ativa.

9. Pimentas


Sejam quentes, picantes, doces ou crocantes, há suficientes variedades para todos os gostos e são todas bastante saudáveis. As picantes têm elevados níveis de capsaicina, que interfere com os receptores de dor no cérebro, atuando como analgésicos naturais.

10. Romãs 


As romãs têm sido usadas durante séculos no Médio Oriente, Irão e Índia como um remédio popular por boas razões. São uma boa fonte de potássio, vitamina C e antioxidantes que afastam o câncer. Podem também ajudar a combater a doença de Alzheimer. Pesquisadores da Universidade de Loma Linda descobriram que ratos que consumiram suco de romã sofriam de menos 50% da degeneração do cérebro comparados com animais que bebiam água com açúcar. Descobriram ainda que suco de romã pode matar a bactéria S.mutans, uma das principais causas de cáries.

11. Açafrão 


Um familiar do gengibre, o açafrão é a especiaria que dá um tom dourado ao caril e a cor brilhante à mostarda. Há milhares de anos que as pessoas na Índia consideram o açafrão uma erva curativa. Estudos mostram que protege o estômago, ajuda a prevenir úlceras e a digestão de gorduras. O picante do açafrão ajuda também a combater a doença de Alzheimer. Algumas pesquisas demonstraram que idosos na Índia têm a menor taxa do mundo desta doença, possivelmente devido a curcumina, um composto anti-inflamatório do açafrão. Pode-se utilizar o açafrão no tempero do frango, arroz ou legumes. Também poderá utilizar sobre a couve-flor, brócolos e couve-de-bruxelas. Este tempero dá um sabor bastante diferente aos alimentos.

12. Nozes


Poucos alimentos são melhores para o cérebro do que as nozes. Estas contêm uma ótima fonte de serotonina, um neurotransmissor que diminui o apetite, bem como vitamina E, magnésio, ácido fólico, proteína e fibra. As nozes possuem gorduras mais saudáveis que o salmão, tornando-as um bom antídoto para a depressão. As nozes são ainda compostas por polifenóis anti-inflamatórios. Muitos dos compostos das nozes, tais como a vitamina B5 e o ácido fólico, podem ser destruídos pelo calor, assim sendo, o melhor é come-las ao natural. Pode utilizar as nozes em vez dos pinhões quando fizer pesto, ou optar por moer e polvilhar sobre legumes cozidos.





Um comentário:

  1. "Deixe o alimento seu o teu remédio, e não o remédio ser o teu alimento"

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.