3 técnicas que os restaurantes e cafeterias usam para você comer mais (e menos saudável) do que planejava

   Você entra em uma cafeteria apenas para tomar uma xícara de café sem creme e sem açúcar, mas acaba saindo de lá com uma café especial, cheio de açúcar e, quem sabe, até com um muffin (Ahh, mas tinha teor de gordura reduzido!). Todas nós já passamos por isto, e isto é uma "pegadinha" da indústria alimentícia para fazer você consumir mais e mais.

   Mesmo os restaurantes tendo atendido à pedidos do público - que está buscando cada vez mais opções saudáveis com valores nutritivos mais transparentes, o que ocorre é que os restaurantes utilizam alguns truques para você comer mais e pensar que está ingerindo algo de qualidade melhor do que realmente é. 

   Conheça agora 3 técnicas que os restaurantes e cafeterias usam para você comer mais (e menos saudável) do que planejava:

1. A descrição do prato usa palavras relacionadas à alimentos saudáveis

   Pessoas buscando por uma alimentação saudável, balanceada e gostosa são uma ótima oportunidade de negócio para diversos restaurantes. É desta maneira que itens como "Muffin de Cenoura", por exemplo, viram grandes campeões de venda em diversos lugares. Mas mesmo possuindo "cenoura" no nome e ela sendo um alimento bom para a saúde, não quer dizer que este muffin é uma opção muito saudável nem pouco calórica, sabia disto? No menu não é descrita a quantidade de açúcar, gordura e nem os outros ingredientes que compõe o alimento. Fique ligada, a cenoura é apenas um exemplo diante de muitos outros que encontramos por aí!

2. Doces com frutas por cima

Quer fazer parecer que uma fatia de bolo tem menos calorias do que realmente tem e é mais saudável do que realmente é? Encha ela com frutas por cima! Claro que isto pode não fazer sentido neste momento, mas um estudo do Jornal de Psicologia do Consumidor (Journal os Consumer Psychocoly) assegura que as pessoas, na hora de escolher um bolo, tendem a realmente achar que uma fatia de bolo repleta de frutas possui menos calorias do que ela realmente possui, principalmente quando comparada com outras tortas.
E tem mais! Normalmente consumimos quantidades ainda maiores quando a torta se encontra repleta de frutas, e acaba-se ingerindo muito mais da parte "não-saudável" do bolo.

3. "Zero Gordura Trans"

A briga contra a gordura trans tem sido tão ferrenha que, atualmente, é um pouco difícil achar algo que possua este tipo de gordura fora do balcão de congelados do supermercado. Portanto, quando ler "Zero Gordura Trans" ao lado de um prato no menu, desconfie: o produto foi REDUZIDO em gordura trans ou ele já não possuia este tipo de gordura, e só estão colocando esta informação para fazer com que você pense que o prato é mais saudável do que ele realmente é?


Um comentário:

Tecnologia do Blogger.