Brasileiros consomem 3 vezes mais açúcar do que o resto do mundo

   No Brasil, nunca foi consumido tanto açúcar! Segundo especialistas, o motivo não está no uso do açucareiro, mas sim, no consumo de produtos industrializados extremamente adoçados. Apenas nos últimos 15 anos, a quantidade de açúcar na composição dos alimentos processados dobrou.

   De acordo com dados da Embrapa, em 50 anos houve a adição de aproximadamente 68 gramas por dia na dieta dos brasileiros. A última medição mostrou que o brasileiro consome até 150 gramas por dia, enquanto a média mundial é de 57 gramas.


   “A quantidade de açúcar nos alimentos produzidos no Brasil é alarmante. É uma coisa cultural, a indústria acha que brasileiro gosta de açúcar. Assim, é praticamente impossível uma pessoa ingerir o mínimo ou nada de açúcar. A não ser que ela pare de comer qualquer alimento vendido no supermercado” - Manuela Dias, nutricionista da Proteste, organização que no ano passado mediu a quantidade de açúcar de 95 produtos. 


   Da análise feita pelo Proteste, o achocolatado em pó foi o que chamou mais atenção. Algumas marcas contêm 70% de açúcar na composição! Em um copo de leite com duas colheres de sopa do achocolatado será consumido o equivalente a três saches de açúcar! O pior é que ainda tem gente que coloca mais algumas colheres de açúcar puro!

   Estudos realizados nos Estados Unidos mostraram que o açúcar tem efeito viciante. Ele ativa a parte neurológica da pessoa, provocando o efeito de euforia ativado pela dopamina. Certamente, colocar cada vez mais açúcar nos alimentos é uma prática da indústria para vender mais. Diferente do sal que tem a função de conservar os alimentos, o açúcar não tem finalidade nenhuma.

   Uma solução para este problema está em mudar hábitos, evitando cada vez mais os alimentos industrializados. Nós nos adaptamos gradativamente à redução de açúcar. Se a cada dia uma pessoa reduzir a quantidade de açúcar do café, por exemplo, depois de um tempo ela não sentirá a necessidade de adoçá-lo mais.


Fonte: saude.ig.com.br

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.