Saiba tudo sobre o Estiramento Muscular

O que é o estiramento muscular?

   É uma lesão muscular caracterizada pelo alongamento além dos limites normais das fibras dos músculos. É uma das lesões mais comuns nos esportes.


Quais são as causas?

   Os estiramentos musculares são normalmente causados por displicência dos atletas, seja usando uma técnica incorreta de treino, sobrecarregando o músculo, indo muito além da fadiga muscular, mantendo uma postura inadequada ou por inadequações na amplitude de movimentos. Uma contração rápida e explosiva em conjunto com algum dos erros citados são fundamentalmente o que proporcionam o início da lesão.

Como reconheço um estiramento muscular?

   O primeiro sinal é uma dor súbita e localizada durante um treino esportivo, muitas vezes acompanhado da sensação de estalo no local da dor. A intensidade da dor varia de acordo com o grau da lesão, mas normalmente provoca desequilíbrio e interrupção imediata do movimento. Após isto, ocorrem deficiências na flexibilidade, desequilíbrio de força entre músculos de ações opostas, lesões musculares que não melhoram, infeções e dificuldades de coordenação dos movimentos no local lesionado.

Quais são os músculos mais propensos a sofrerem estiramentos?

   Os músculos posteriores da coxa, os da panturrilha, a musculatura interna da coxa e o músculo anterior da coxa são os mais propensos a este tipo de lesão. Mesmo assim, qualquer músculo do corpo está suscetível à este tipo de lesão.

Quais são os graus de estiramento?

   Grau I - é quando ocorre o estiramento de pequena quantidade de fibras musculares (em menos de 5% do músculo). A dor é extremamente localizada,  surge durante a contração e pode desaparecer durante o repouso. Os danos são mínimos, a resolução é rápida e a limitação é leve.

   Grau II - aqui a lesão atinge entre 5 e 50% das fibras musculares. Há dor, hemorragia moderada, processo inflamatório local e maior limitação de movimentos. O tratamento é lento.

   Grau III - aqui há a ruptura completa do músculo ou de grande parte dele (mais de 50%), havendo grande limitação física e grande perda de sua função muscular, ocorrendo um defeito palpável. Há grande edema e hemorragia, com dor intensa durante a contração e o repouso.

Como é o tratamento?

   O tratamento do estiramento muscular inclui aplicação de gelo no local, repouso, elevação do membro afetado, uso de anti-inflamatórios prescrito por médico, ultrassom pulsátil, microcorrentes e laser. O movimento deve ser recomeçado lentamente com carga que não produz dor e, com o tempo, a carga deve ser aumentada levemente. Após 4 semanas de recuperação, alongamentos se tornam essenciais para a recuperação.



Fonte:

BÓSIO, Evaldo (Fisioterapeuta). Como reconhecer e tratar o estiramento muscular. Disponível em http://www.minhavida.com.br/fitness/materias/11964-como-reconhecer-e-tratar-o-estiramento-muscular?utm_source=news_mv&utm_medium=ciclos&utm_campaign=Musculação.Visto em 16 abr 2014.

DUTRA, Milena Carrijo. TEIXEIRA, Luzimar Raimundo. Estiramento muscular durante a prática de atividade física. Disponível em http://www.cepe.usp.br/site/?q=dicas/2010/10/13 Visto em 16 abr 2014.

2 comentários:

  1. Ótimas informações!

    É importante que todos saibam que, ao menor sinal de estiramento - mesmo que grau I, a atividade física deve ser suspensa e um médico deve ser consultado imediatamente, pois a lesão pode ficar muito mais grave.

    ResponderExcluir
  2. Olá amiga Mulher.
    Saudando para um novo dia e desejando uma excelente Páscoa.
    Às vezes quando não faço alongamento direito,acabo com este tipo de problema. E tenho uma tendinite crônica.
    O estiramento muscular é uma lesão muscular indireta, quando o músculo sofre um alongamento das fibras musculares além do seu estado fisiológico resultando numa contração brusca, proporcionando graus variados de lesões.
    Grata por partilhar, sempre que postar me sugira que estou sempre acompanhado os amigos e gosto de matérias diversificadas, portanto sinta-se a vontade para enviar-me.
    Um ótimo feriado.
    Abraços sempre.
    ClaraSol.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.