Salmão ou Atum - Qual é melhor?

   Tanto o salmão quanto o atum são extremamente nutritivos, ótimas fontes de proteína e trazem consigo vitaminas e minerais que fazem muito bem para o organismo. O melhor de tudo é que é extremamente fácil incluir qualquer um deles no cardápio, mas principalmente o atum em sua forma enlatada, prática e saborosa. Quando preparados em postas ou filés, ambos os peixes vão bem com praticamente qualquer tipo de acompanhamento e necessitam de pouco tempero, pois seus sabores são agradáveis e suaves. Podem também ser preparados na mistura de patês, massa, risoto ou consumidos crus à moda japonesa. O consumo de peixes é recomendado que seja feito de três a quatro vezes por semana.

   O ômega 3 é o maior benefício tanto do atum quanto do salmão. O ômega 3 é um ácido graxo poli-insaturado, também conhecido como “gordura do bem”,  tipo de gordura que ajuda a evitar a formação de placas de gorduras nas artérias, aumentando os níveis do colesterol bom, e consequentemente afasta os ricos de doenças como derrames, infarto e hipertensão. Quando se trata de ômega 3, o salmão supera o atum de longe! Em 100g do peixe, são 4,47 gramas de ômega 3 no salmão contra 2,82 gramas no atum.

   O salmão também ganha a disputa nas quantidades de vitamina A (protege a visão) e de cálcio, trazendo 95 microgramas da vitamina a cada 100 gramas de peixe, contra apenas 21g do atum. Já o cálcio (que garante ossos fortes e ajuda no combate a osteoporose) está presente em 30 mg de salmão e em 19 mg de atum.

   O atum ganha do salmão em diversos nutrientes também! O peixe é rico em magnésio, mineral conhecido como anti-estresse. (Pesquisas mostram que pessoas com níveis baixos desse mineral estão mais propensas a sofrer de depressão). Além disso, o magnésio evita a formação de pedras nos rins e ajuda no bom funcionamento dos músculos e nervos. 100g de atum contém 41mg de magnésio contra 29g no salmão.

   O potássio (responsável por regular a pressão arterial), o ferro (que auxilia contra a anemia) e o selênio (que ajuda no combate a tumores) são superiores no atum. No primeiro caso são 375 mg contra 323 mg, no segundo, 2mg contra 0,59 mg e no terceiro 80 microgramas contra 67 microgramas.

   Quando se trata de calorias, a diferença é pequena. O atum tem 184 calorias a cada 100 gramas e o salmão tem 210.


Um comentário:

Tecnologia do Blogger.